Episódio 2: Indigo Simplex - É biológico, é sustentável, é Indigo!

Indigo Simplex, inoculante e bioestimulante exclusivo, único produto à base de Bacillus simplex no Brasil e que associa diversos benefícios em um só tratamento. É um produto inovador que já tem feito o maior sucesso: quem plantou com ele está colhendo os resultados!

Transcrição

Aline Araújo: Olá, bem-vindos a mais um episódio do nosso podcast Minuto Agro – é questionando que se evolui. Eu sou a Aline Araújo, da Indigo, e hoje vamos falar um pouco sobre o Indigo Simplex, a mais nova solução que veio para melhorar ainda mais os resultados do produtor rural.

Primeiro, quero apresentar para você que está nos ouvindo um pouquinho sobre a Indigo. A Indigo nasceu em 2015 nos Estados Unidos e foi considerada a mais bem-sucedida startup agro, sendo eleita em 2019 a empresa mais inovadora do mundo pela CNBC. Hoje, possui operações, além do Brasil, nos Estados Unidos, na Europa, Índia e Argentina. Iniciou o seu trabalho aqui no Brasil em 2018. Somos uma empresa de tecnologia, que desenvolve soluções para ajudar o produtor a aumentar sua produtividade e rentabilidade através de práticas mais sustentáveis. Por aqui, a Indigo atua em duas frentes: Indigo Safra, soluções de crédito, e Indigo biológicos, produtos para tornar lavouras mais eficientes. As novidades não param de chegar e, em breve, novos produtos e serviços desembarcarão por aqui, trazendo ainda mais inovações ao agronegócio brasileiro.

No episódio de hoje vamos falar sobre uma solução inovadora que já está fazendo o maior sucesso no Brasil, o Indigo Simplex, primeiro produto desenvolvido pela empresa a obter registro do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no Brasil, o MAPA. O Indigo Simplex é um inoculante e bioestimulante com vantagens para o produtor, para o consumidor e, claro, para o meio ambiente.

Para conversar e explicar mais sobre o Indigo Simplex temos os nossos convidados e especialistas da Indigo, Reinaldo Bonecarrere, diretor Latam da Indigo para biológicos, e Paulo Padilha, nosso Head de produtos. Sejam muito bem-vindos a mais um episódio do Minuto Agro.

Reinaldo Bonecarrere: Oi, Aline. Oi Padilha. Oi ouvinte, é um prazer estar aqui com vocês falando um pouquinho mais do que a Indigo faz no Brasil.

Paulo Padilha: Oi, Aline. Oi, Reinaldo. Obrigado pelo convite. Obrigado ouvinte. É muito legal estar com vocês aqui. Vamos falar um pouco mais sobre a Indigo.

Aline Araújo: Muito legal! Bem-vindos ao podcast Minuto Agro.

Aline: Bom, para começar nosso bate-papo eu queria falar com vocês dois sobre o panorama dos biológicos agrícolas aqui no Brasil e o cenário global e em outros países.

Reinaldo Bonecarrere: Bom, Aline, o desenvolvimento de produtos biológicos no mundo vem crescendo bastante. As pesquisas vêm avançando ultimamente e a gente vê resultados extremamente positivos com utilização dos biológicos na agricultura. Algumas tecnologias novas que vêm entrando no mercado dos produtos biológicos vêm trazendo uma série de vantagens para o agricultor. A redução da utilização dos produtos químicos e também a melhor performance para determinados alvos de difícil controle hoje na agricultura. Então a gente acredita que os biológicos, tanto no mundo como na América Latina, eles vão ganhar bastante espaço e vão crescer bastante a participação deles na utilização dos agricultores com uma série de vantagens que a gente pode comentar mais para frente.

Paulo Padilha: Pessoal, é então. Falando um pouquinho mais do mercado brasileiro, não é diferente do mercado mundial. O que a gente vê é o crescimento na casa de dois dígitos né? A gente vê o Brasil crescendo inclusive mais que outros grandes países fortes também na agricultura. Por quê? Porque o mercado de biológicos de hoje vem se profissionalizando né, a gente vê cada vez mais indústrias trazendo produtos de extrema qualidade e realmente o mercado vem se profissionalizando. E um ponto que é importante também, os produtos biológicos vêm entregando resultado para o agricultor brasileiro. Tem uma outra frente também que a gente olha e vê a questão da sustentabilidade, onde o consumidor final quer entender um pouco melhor como que está sendo produzido esse alimento, que vai fazer a diferença também para o agricultor. Então, obviamente a gente não está falando de acabar com o produto químico, pelo contrário, falando como uma interação entre os produtos químicos de hoje já são existentes e os biológicos, o que vai levar um resultado melhor para o agricultor brasileiro. E esse resultado vem fazendo com que realmente o produto venha crescendo, ano após ano, seu uso no mercado brasileiro e trazendo grandes resultados para o agricultor.

Aline Araújo: Que bacana, o mercado então é promissor e está em plena expansão. Reinaldo, falando agora especificamente sobre o Indigo Simplex. Quando foi feito o lançamento dele no Brasil?

Reinaldo Bonecarrere: Bom, Aline, o lançamento desse produto foi feito em janeiro de 2021. Mas o processo de desenvolvimento e pesquisa começou bem antes. Então, 2017, ainda nos Estados Unidos, foi identificado esse microrganismo como um potencial produto para as condições locais do Brasil. Em 2018 a gente começou o desenvolvimento, então, local desse produto, onde a gente começou a fazer todos os nossos estudos de eficácia agronômica em condições de campo local e também no final do ano 2018 a gente fez a submissão desse produto para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, para obter o registro do produto. Foi um processo de mais ou menos dois anos até a gente obter o registro do produto e o produto ser lançado, então, no começo deste ano, em 2021.

Aline Araújo: Padilha, como que foi o lançamento deste produto para o mercado brasileiro?

Paulo Padilha: Bom, Aline, primeiro, nós estamos extremamente orgulhosos né? Porque a gente está falando de um produto hoje, único no mercado. Nós estamos falando que estamos criando um novo segmento no mercado brasileiro, criando uma nova categoria no mercado brasileiro, em função de todos os benefícios que o produto agrega. Complementando um pouco o que o Reinaldo falou, a gente teve vários anos de trabalho no produto no Brasil e a gente teve oportunidade de lançar agora, na safra 21/22, para o agricultor brasileiro. Então o agricultor brasileiro já vai ter oportunidade de utilizar esse produto agora na safra de verão, para a safra de milho no verão, e também na safrinha. Então, realmente estamos muito felizes por estar com esse produto hoje no Brasil.

Aline Araújo: Reinaldo, e você pode explicar pra gente, por favor, como que funciona o produto?

Reinaldo Bonecarrere: Aline, esse produto é a base de um microrganismo que é um microrganismo endofítico. Então o que que vem a ser um microrganismo endofítico? Um microrganismo endofítico é um microrganismo que está presente dentro planta. Então o que que a Indigo fez? Identificou este microrganismo dentro de uma planta de milho, isolou ele e viu qual que era o efeito dele na planta. Então, por isso a gente registrou este produto como um inouculante bioestimulante. Esse produto, o modo de ação dele é que ele entra em contato com as raízes, ele penetra na planta e com isso ele faz essa planta desenvolver num primeiro momento raízes mais rapidamente, raízes maiores e maior volume de raízes. E com esse maior volume de raízes a planta tem maior condição de absorção, tanto de água, quanto de nutrientes. Por isso o que esse produto basicamente faz, ele é um produto que atua diretamente no estresse hídrico da planta. Então, por ter um sistema radicular mais bem estruturado, a planta tem mais condições em condições adversas onde ela tem o estresse e a água a fazer essa absorção de água. E sabendo que a gente tem uma melhor absorção de água, a gente tem uma melhor absorção também dos nutrientes, raízes mais fortes e por consequência uma planta mais tolerante a outras condições de estresse que não só a água, então mais ou menos assim é o modo que o produto funciona.

Aline Araújo: Padilha, e quais são os diferenciais do Indigo Simplex. Por que ele é tão vantajoso na lavoura?

Paulo Padilha: Legal, Aline. Primeiro, o que é o produto, né? O Reinaldo acho que já trouxe bem a história dele, mas ele é um inouculante e um bioestimulante no mesmo produto. Obviamente contendo esse microrganismo, que é único hoje no Brasil, que é o Bacillus Simplex. E quando a gente fala aqui de benefício do produto, é importante citar que a gente está falando de seis benefícios em um único produto. O primeiro deles, e o mais importante, é a tolerância ao estresse hídrico. A gente sabe que hoje, principalmente na cultura do Milho, a gente vem sofrendo aí com estresse hídrico, tanto na região Norte quanto a região Sul do país. No verão e safrinha na cultura do milho. Então em função desse incremento de raízes secundárias e pelos radiculares, ele torna essa planta aqui mais tolerante ao estresse hídrico. Então esse é o primeiro grande benefício. Um segundo benefício é que ele torna as plantas mais robustas e vigorosas, devido ao maior aporte de nitrogênio ainda na fase inicial da planta, que esse Bacillus, que o Bacillus Simplex proporciona em função da quebra da ACC, do amino ciclopropano carboxílico, presente na rizosfera do solo. Por terceiro, plantas mais nutridas, principalmente em função aqui da sua solubilização do fóssil disponível. Um quarto, que é maior tolerância a doenças, principalmente a partir da associação do microrganismo, o bacilo Simplex, com a planta. Ele faz com que a planta, ele induz a planta a uma maior resistência, produzindo substâncias de defesa, tornando a planta mais tolerante à doenças. O quinto benefício é levar estabilidade, a gente está falando aqui em 180 dias de estabilidade após o tratamento, o que que é isso né? A gente faz o programa inicialmente em 180 dias para fazer o plantio, ele tem estabilidade de 180 dias. E por último, o sexto benefício é com relação à compatibilidade com produtos químicos. A gente sabe que existe aí no momento do tratamento de sementes, outros produtos e a gente cita que a compatibilidade deles com outros químicos é importante dentro desse processo. Então são seis grandes benefícios, são seis benefícios em um produto único que faz com que o Indigo Simplex seja um produto hoje único no mercado brasileiro. Então, se é bom para o produtor é melhor ainda para a sua lavoura. Então este é o Indigo Simplex.

Aline Araújo: Quais são as expectativas no mercado de biológicos para os próximos anos?

Reinaldo Bonecarrere: Bom, Aline, a gente acha que esse mercado de biológicos vai continuar crescendo muito no mundo e, principalmente, no Brasil. Esse tipo de tecnologia é uma tecnologia, como eu já falei, que a gente começou a entendê-la recentemente, então é bastante nova, a pesquisa em biológicos. E nós da Indigo, a gente lançou o Indigo Simplex como a primeira ferramenta para o agricultor, para ajudar ele a garantir a produtividade, mas não para por aí. A gente tem uma série de outros produtos em fase de registro junto ao MAPA e outros produtos em fase de pesquisa, onde realmente a gente está com essa visão que esses produtos trazem uma melhor eficiência das plantas, não só não nas questões de estresse de água e estresse nutricional, como a gente falou com Indigo Simplex, mas também toda a questão de biocontrole.


A gente vem com um portfólio para o futuro bastante grande de soluções para controle de fungos. Então o controle de doenças, os biofungicidas, e também a gente vem desenvolvendo os bionematecidas, que são produtos com alta eficácia no controle de nematoides, que esses nematoides hoje são talvez o grande problema para os agricultores de soja e algodão, quando eles têm que fazer o estabelecimento da lavoura, escolher qual o tratamento que eles vão fazer na semente para que eles não tenham problemas futuros com nematoides presentes no solo. Então, a gente acredita que esse mercado vem em expansão muito grande e existem tecnologias, e a gente vem desenvolvendo essas tecnologias para atender o agricultor e para garantir a produtividade final da lavoura dele.

Aline Araújo: A gente sabe que a Indigo tem como missão trabalhar sempre desenvolvendo soluções que promovam práticas mais sustentáveis. Como que o Indigo Simplex se encaixa nesse propósito aqui, Padilha?

Paulo Padilha: Bom Legal, Aline. Eu acredito que tudo que a gente falou aqui está muito conectado com essa questão de sustentabilidade. A gente olha tudo o que foi falado aqui do Indigo Simplex, é um microrganismo já existente na natureza, sendo que o principal benefício do produto é o melhor uso da água, um melhor aproveitamento ou maior eficiência dessa água junto às plantas. Então, isso já demonstra que a Indigo vem pensando muito nessa questão de como aproveitar melhor os recursos naturais.

Aline Araújo: Legal, e não só com o Indigo Simplex né, Reinaldo? O que mais a Indigo tem feito?

Reinaldo Bonecarrere: Aline, Legal. Eu acho que tem duas coisas, uma é que a gente continua todas nossas pesquisas com os produtos biológicos, de microrganismos, a gente entende muito essa relação entre o microrganismo e o meio ambiente, então a gente sabe toda a conversa que tem sobre o carbono hoje, sequestro de carbono em solo, os microrganismos vem nesse sentido também para contribuir com isso. A gente tem toda a nossa linha de pesquisa também voltada para o uso mais eficiente do carbono e do sequestro de carbono. E no futuro, no Brasil, a gente vem com o nosso outro produto, que é o Indigo Carbon, que realmente, aí sim, é um produto que a gente traz uma ferramenta para o agricultor, para fazer as quantificações de sequestro de Carbono, com boas práticas na lavoura, para depois o agricultor ser remunerado por isso, por essa questão ambiental tão importante, e que faz parte da sustentabilidade no negócio, como sequestro de carbono.

Aline Araújo: Legal, ouvindo vocês falarem, a gente tem a certeza que a Agricultura Sustentável não é uma tendência, ela já é uma realidade. Esse foi o nosso episódio de hoje do podcast Minuto Agro. Eu espero que vocês tenham gostado. Obrigada a você, ouvinte que nos acompanhou até aqui. E obrigada pela participação Reinaldo e Padilha! Nossa conversa foi ótima!


Este episódio teve produção e colaboração técnica, de roteiro e de pauta do supertime de comunicação da Indigo. Nos siga em todas as plataformas digitais para não perder nenhum episódio.


Acompanhe o nosso canal do YouTube, temos no ar uma Websérie especial, Indigo Em Campo, que mostra o processo de desenvolvimento dos nossos produtos e fala sobre o Indigo Simplex. Vale apenas assistir para ficar ainda mais por dentro dessa nova solução. Aproveitem e sigam o canal para ficar por dentro de todas as nossas novidades! E lembre-se, precisando aumentar a rentabilidade e a produtividade da sua lavoura, simplifica! Fala com a Indigo.


Terminamos aqui mais um Podcast Minuto Agro. Esperamos você no próximo!